Steven Spielberg está a escrever série de terror inovadora

O veterano de Hollywood Jeffrey Katzenberg tem uma visão para o futuro da televisão: séries ou filmes cujos capítulos – a terminologia é ainda algo vaga – são servidos em doses pequenas, entre sete a dez minutos, para os espectadores que têm pequenos intervalos durante o dia. Surge então a Quibi, uma plataforma de streaming disponível apenas em smartphones. Será lançada em Abril de 2020, depois de nos últimos meses ter angariado mil milhões de dólares oriundos dos maiores conglomerados do meio audiovisual. Katzenberg acredita que existe uma audiência para além do Youtube no que diz respeito à visualização de vídeos em telemóveis e julga conseguir atrair os maiores talentos de Hollywood para este formato. Até agora, o tiro não está a sair pela culatra, pois a esta estranha ideia já se juntaram Guillermo del Toro, Steven Soderbergh, Sam Raimi, Catherine Hardwick, Doug Liman, Laurence Fishburne, Antoine Fuqua, Anna Kendrick e, mais recentemente, Steven Spielberg.

Segundo Katzenberg, em declarações durante o Banff World Media Festival, Spielberg, com quem confraternizou na Dreamworks, está a escrever uma série “arrepiante”. O realizador já terá escrito entre 4 ou 5 capítulos, sendo que o resultado final deverá rondar os 10 a 12 capítulos.

“Spielberg tem uma história super assustadora. Ele está a escrevê-la. Pô-lo a escrever algo é fantástico.” Recorde-se que o último filme de terror escrito pelo cineasta, Poltergeist, data de 1982.

De acordo com o executivo, o realizador exigiu ainda que a série apenas estivesse disponível por volta da meia-noite, sendo que, através dum sistema inovador, os subscritores terão uma janela de tempo relativamente curta para carregarem play.

Katzenberg confessou que este e outros projetos semelhantes, com características únicas, serão o que House of Cards foi para a Neflitx ou o que The Handmaid’s Tale foi para a Hulu.

“As pessoas que atualmente são as mais talentosas e especializadas na indústria da televisão serão as que farão da Quibi um sucesso. Se formos bem-sucedidos, teremos trazido a terceira geração da narração fílmica”.

Spielberg está igualmente a trabalhar para a Apple num reboot da série Amazing Stories, projeto que criou igualmente nos anos 80.

Partilhar