Ryan Murphy

Ryan Murphy, o homem que não dorme

Ryan Murphy poderá muito bem ser o homem mais ocupado do mundo da televisão. A mente por trás de Nip Tuck, Glee, American Horror Story, American Crime Story e o recente Feud prepara-se para adicionar mais um crédito ao seu fantástico reportório. Chamar-se-á Pose e será o seu próximo projeto para o canal FX.

A série vai centrar-se na cidade de Nova Iorque em 1986, altura em que a região começou a experienciar um processo acentuado de gentrificação. Devido à alteração das dinâmicas locais, como a criação de novos pontos comerciais e a construção de edifícios luxuosos, e ao consequente aumento de preço de bens e serviços, a população de baixa renda local foi obrigada a deslocar-se para as periferias. Para além de analisar os fenómenos culturais e financeiros, Pose vai centrar-se na proliferação da chamada Trump-era e na construção do império milionário do agora Presidente dos EUA, especialmente as Trump Towers.

Segundo o Deadline, Murphy planeia a estreia para 2018 e está já em fase de produção com o seu parceiro de escrita Brad Falchuk (Glee) e o “novato” Steven Canals (Afuera e Dead of Summer). O processo de casting já começou e o elenco vai ser composto por atores maioritariamente desconhecidos do público. Murphy vai realizar o primeiro episódio.

Ryan Murphy ; Sarah Paulson

Quanto aos seus restantes projetos, Murphy faz justiça ao seu estatuto de “homem que não dorme” e encontra-se em fase de produção das segunda e terceira temporadas de American Crime Story, que vão contar a história por trás do furacão Katrina e do caso Versace.

A segunda temporada vai seguir um grupo de pessoas na tentativa de analisar todos os prismas da tragédia causada pela passagem do furacão Katrina pela cidade de New Orleans, desde as condições do estádio Superdome, que serviu de refúgio, à sobrelotação dos hospitais, que conduziu a várias situações de negligência médica. Apesar de se estar perante uma catástrofe natural e não a típica situação criminosa, o escritor e produtor fez questão de frisar em entrevista ao The Hollywood Reporter: “quero que este show tenha consciência social e faça uma análise de diferentes tipos de crimes por todo o mundo. E, na minha opinião, o Katrina foi o raio dum crime! Um crime contra muitas pessoas que não tinham uma voz forte e vamos tratá-lo como tal. Este show é sobre isso”. A segunda temporada da série antológica já conta com Matthew Broderick e Annette Bening como protagonistas.

Quanto à terceira temporada, vai girar à volta do assassinato do estilista Gianni Versace, interpretado por Edgar Ramirez, crime este que foi cometido pelo gigolô Andrew Cunanan, interpretado por Darren Criss. Uma semana depois, Cunanan cometeu suicídio e, mais tarde, veio a descobrir-se que este havia sido o autor de outros quatro homicídios. Esta temporada irá contar também com o cantor Ricky Martin, que vai interpretar Antonio D’Amico, o modelo e designer parceiro de Gianni Versace, e com a atriz Penélope Cruz, que vai encarnar Donatella Versace, a famosa irmã do estilista italiano.

No que diz respeito a Feud, série cuja primeira temporada se encontra em exibição, vai abordar a relação entre o Príncipe Charles e a Princesa Diana na já bastante aguardada segunda temporada.

E entretanto, American Horror Story foi renovada para mais duas temporadas.

Partilhar