Quentin Tarantino escreveu uma série western e quer realizar todos os episódios

Quentin Tarantino já afirmou mais que uma vez que o seu décimo filme será o último. Porém, tal não impede que este realize uma série de televisão, pormenor que, só agora, parece ressaltar na mente dos seus fãs, depois de, em entrevista ao Deadline, este ter referido que quer dirigir uma série western.

Prestes a estrear nos cinemas por todo o mundo, o seu nono filme, Once Upon a Time in Hollywood, cuja narrativa acontece na Los Angeles de 1969, conta a história de Rick Dalton, interpretado por Leonardo DiCaprio, uma estrela de televisão que falhou o salto para as longas-metragens de Hollywood. E foi na imaginação de uma das séries protagonizadas por esta personagem, um western intitulado ‘Bounty Law’, que Tarantino teve a ideia para uma série da sua autoria. Apesar de o tv show apenas ser demonstrado em algumas cenas do filme, como forma de ilustrar a carreira promissora de Dalton, Tarantino acabou por escrever vários episódios desta série ficcional com o objetivo de entrar na mente do ator em decadência.

“Depois de assistir a diferentes westerns antigos e tudo mais, eu fi-lo para entrar na cabeça de Bounty Law. Comecei a gostar da ideia de Jake Cahill (interpretado por Rick Dalton na série) como personagem. Comecei a amar realmente aqueles guiões de meia-hora de westerns dos anos 50. A ideia de poderes escrever algo com 24 minutos, havendo tanta história abarrotada nessa meia-hora, com um princípio, meio e fim. Para além disso, também foi divertido, porque não podes simplesmente continuar a inventar e explorar. Em algum momento, tens de concluir. Gostei mesmo da ideia. Escrevi cinco episódios diferentes para uma série western, Bounty Law, a preto e branco, de meia-hora.”

O cineasta admitiu que é complicado convencer DiCaprio a protagonizar este potencial projeto, por isso, está aberto a recrutar um novo ator. E, se a Netflix ou outra plataforma ligarem, quer ser o realizador de serviço:

“Eu não imagino o Leonardo a fazê-lo. Recrutar alguém diferente? Se ele o quiser fazer, isso seria espetacular. Não o tenho nos meus planos, mas tenho um esboço com mais três episódios. Como tal, devo escrever esses três episódios e depois meto mãos à obra — realizar todos os episódios. São de meia-hora. Eu não me importava de fazê-lo para a Netflix, mas quero filmar em película. Showtime, HBO, Netflix, FX. Também gosto do facto de já ter construído uma mitologia para o Bounty Law e Jake Cahill.”

O formato de televisão não é novidade para Tarantino, depois de, no passado, ter realizado episódios especiais de ER e CSI. Ademais, Inglourious Basterds (2009) esteve para ser uma minissérie.

Neste momento, o cineasta está igualmente a rondar um possível filme Star Trek para maiores de idade, em colaboração direta com o produtor J.J. Abrams e o guionista Mark L. Smith, projeto que, na mesma entrevista, descreveu como um “Pulp Fiction no espaço”. Além disso, foi anunciada recentemente uma adaptação cinematográfica da banda desenhada ‘Django/Zorro’, guião escrito por Tarantino em parceria com Jerrod Carmichael, nascendo a especulação de que este poderia ser o décimo filme realizado pelo cineasta norte-americano.

Enquanto não chegam mais novidades relacionadas com o futuro de Tarantino, Once Upon a Time in Hollywood estreia dia 8 de agosto e, além de DiCaprio, o elenco conta com nomes como Brad Pitt,  Margot Robbie ou Al Pacino.

Partilhar