Criadores de ‘Game of Thrones’ vão produzir série sci-fi para a Netflix

Foi há um ano que os criadores de ‘Game of Thrones’, David Benioff e D.B. Weiss, assinaram um acordo de exclusividade com a Netflix. Agora, segundo o Deadline, os produtores estabeleceram o seu primeiro projeto na plataforma de streaming.

O duo vai adaptar a trilogia de livros chineses da autoria de Liu Cixin, ‘The Three-Body Problem’. A história acompanha o primeiro contacto da humanidade com uma civilização alienígena.

A estes junta-se Alexander Woo, o criador da série da AMC, ‘The Terror: Infamy’, como guionista e produtor-executivo. Além disso, o projeto contará com a produção do realizador de ‘Star Wars: Episode VIII – The Last Jedi’ (2017) e ‘Knives Out’ (2019), Rian Johnson, juntamente com o seu parceiro habitual, Ram Bergman. A atriz Rosamund Pike irá produzir através da sua empresa de produção, a Primitive Streak. A série conta ainda com a colaboração da Plan B, a empresa de produção de Brad Pitt. A escritora dos livros irá servir como consultora juntamente com Ken Liu, o responsável pela tradução dos livros para inglês.

“A trilogia da Liu Cixin é a série de ficção científica mais ambiciosa que já lemos, conduzindo os leitores desde 1960 até ao fim dos tempos, desde a vida no nosso pálido ponto azul até aos confins distantes do universo. Estamos ansiosos por gastar os próximos anos das nossas vidas a trazer isto à audiência mundial”, referiram Benioff e Weiss, que estão a trabalhar como produtores-executivos na série de comédia escrita por Amanda Peet e protagonizada por Sandra Oh, ‘The Chair’.

A série também será supervisionada por Peter Friedlander, o vice-presidente da secção de Séries Dramáticas Originais da Netflix, que já teve em mãos séries como ‘House of Cards’, ‘Narcos’ e ‘Mindhunter’. Segundo este, os livros de Liu Cixin mudaram para sempre a forma como vê a ficção científica.

Já Woo, diz ser um “privilégio adaptar umas das grandes obras-primas da ficção científica chinesa”. De acordo com este, a série terá personagens complexas com problemas existenciais e apresentará uma alegoria elegante e profunda sobre a condição humana.

Aguardam-se mais novidades sobre aquele que parece ser um dos projetos televisivos mais ambiciosos da Netflix até à data.

Partilhar