Channing Tatum

Channing Tatum vai protagonizar drama sobre cartéis de droga

À procura de projetos ambiciosos que o possam transportar para o próximo patamar a nível dramático, Channing Tatum associou-se à adaptação cinematográfica do livro ‘The True Story Of A Drug Cartel, The FBI, And The Battle For A Horse-Racing Dynasty’ da autoria de Melissa Del Bosque.

Intitulado Bloodlines, nome que já provocou algumas preocupações devido à parecença com a série Bloodline da Netflix, o filme vai acompanhar a história verídica do agente novato do FBI Scott Lawson, interpretado por Tatum, que é recrutado para servir na pacata cidade de Loredo, Texas. O seu trabalho consiste em escrever relatórios sobre as guerras relacionadas com o tráfico de droga, tarefa que considera pouco estimulante. O seu interesse no assunto muda drasticamente quando recebe uma dica sobre um cavalo vendido por preço recorde num leilão em Oklahoma. Motivo do alarme: o comprador é Miguel Trevino, um dos líderes do violento cartel mexicano “Los Zetas”, conhecido pelo uso de estratégias militares complexas e por atrocidades como mutilações, decapitação, tortura, esquartejamento e exposição das suas vítimas na via pública como forma de intimidar a concorrência. Juntamente com Alma Perez, uma colega mais experiente, o agente vai tentar infiltrar-se no esquema de lavagem de dinheiro através das corridas de cavalos norte-americanas.

Channing Tatum

Segundo o Deadline, os direitos do livro, ainda por sair nas livrarias, foram adquiridos pela Universal Pictures e o guião vai ser escrito por Jonathan Herman, argumentista de Straight Outta Compton (2015) e do futuro remake de Scarface (1983). O projeto ainda não tem realizador.

Brevemente, Tatum poderá ser visto em Logan Lucky, filme mais recente de Steven Soderbergh, e Kingsman: The Golden Circle, realizado por Matthew Vaughn.

Partilhar