Casey Affleck vai protagonizar adaptação de ‘Stoner’, romance de John Williams

Não é fácil fugir às consequências dum falhanço criativo e de bilheteira como foi o caso de Pan (2015), filme realizado por Joe Wright, que viu a sua carreira em apuros, refém do ceticismo que este flop criou em relação às suas ideias para novos projetos. No entanto, não só o cineasta escapou a essa sina, como conseguiu arrancar uma ovação da plateia no Festival de Cinema de Telluride com o seu novo filme biográfico sobre Winston Churchill, Darkest Hour. Protagonizado por Gary Oldman, cuja interpretação está a ser extremamente elogiada e apontada ao Óscar de Melhor Ator, o projeto parece marcar o regresso triunfante de Wright aos dramas de época, registo que havia aprimorado com Pride & Prejudice (2005), Atonement (2007) e Anna Karenina (2012). Agora, com o ferro ainda quente, o realizador não perdeu tempo e está já a organizar o seu próximo projeto, no qual acaba de ser confirmado Casey Affleck como protagonista.

Segundo a Variety, o ator vai interpretar William Stoner, um homem do Missouri que, por ser filho de camponeses pobres, estava destinado à vida do campo da primeira metade do século XX. No entanto, o seu amor à literatura leva-o a seguir os estudos académicos. Numa vida que à partida não lhe estava reservada, acaba por tornar-se professor universitário e casar com uma mulher oriunda duma família importante, afastando-se das suas raízes no processo.

Casey Affleck

‘Stoner’, escrito por John Williams e publicado em 1965, foi completamente ignorado na altura. Porém, passados 50 anos, o mesmo amor à literatura que move a personagem principal do romance levou a que a escritora Anna Gavalda traduzisse o livro esquecido para a sua língua materna, o francês. Seguiram-se outras edições e o livro tornou-se um sucesso comercial na Europa, ao ponto de ser considerado por muitos um dos grandes romances da literatura moderna. “O grande livro americano de que nunca ninguém ouviu falar”, pode ler-se no The New Yorker.

O argumento fica a cargo de Andrew Bovell e a produção nas mãos de Jason Blum, que conta no seu currículo com alguns sucessos recentes como Whiplash (2014), Split (2016) e Get Out (2017).

Affleck encontra-se na pós-produção de The Old Man and The Gun, onde contracena com Robert Redford, e Light of My Life, filme protagonizado, escrito e realizado por si.

Partilhar