Steven Soderbergh ; André Holland

Netflix arrecada filme de Steven Soderbergh protagonizado por André Holland

Steven Soderbergh é, nos dias que correm, um realizador de cinema algo condicionado. Isto porque o cineasta norte-americano se recusa a aderir ao sistema tradicional dos estúdios de Hollywood, escolha que lhe tem trazido algumas vantagens, mas também algumas dores de cabeça. Com isto, surgiram os rumores de que estaria prestes a unir esforços com uma gigante de streaming, plataformas que, neste momento, estão bastante abertas a dar total liberdade aos criadores de conteúdo, como é o caso recente de Alfonso Cuarón que, em colaboração com a Netflix, viu o seu filme mais recente, Rome, ganhar o Leão de Ouro no Festival de Veneza.  Sem grande surpresa, segundo o Deadline, a Netflix antecipou-se novamente à concorrência e comprou os direitos de um dos próximos projetos de Soderbergh, High Flying Bird.

O drama, cuja narrativa se desenrola nos bastidores do basquetebol profissional, conta a história de um agente desportivo que faz uma proposta intrigante e controversa a um jogador estreante na NBA, a principal liga americana de basquetebol. O agente será interpretado por André Holland, que já colaborou com Soderbergh na série The Knick, e o jogador por Melvin Gregg, um dos protagonistas da série UnREAL. O elenco conta ainda com Zazie Beetz, Zachary Quinto, Kyle MacLachlan, Sonja Sohn e Bill Duke. O guião foi escrito pelo guionista de Moonlight (2016), Tarell Alvin.

O filme vai ser produzido maioritariamente pela mesma equipa por trás de Unsane (2018), sendo que o cineasta voltou a usar um telemóvel para gravar grande parte das cenas, técnica que usou para o filme protagonizado por Claire Foy  e que lhe valeu alguns elogios.

“Trocámos opiniões muito fortes em relação à distribuição de ‘High Flying Bird’, mas, para se aproveitar a essência do filme, este acordo funciona como um afundanço e é a forma perfeita de começar a minha relação com a Netflix”, referiu Soderbergh. Várias vozes dentro da indústria já fizeram lembrar que o filme do realizador sobre os Panama Papers, que se espera altamente polémico e que conta já com Meryl Streep e Gary Oldman, será provavelmente o grande objetivo das duas partes e que High Flying Bird será um teste à disposição dos espectadores da Netflix para abraçar as narrativas do cineasta norte-americano.

O filme deve estrear em 2019 a nível global.

Partilhar